Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Velhice. Você está preparado?


Vamos fingir que a violência não está se tornando “causa mortis: natural” e que doenças são casos isolados de infelicidade. Vamos considerar que a velhice é algo certo no processo natural da vida de um ser humano – Lembra: ‘Nascer, crescer, reproduzir (nhac!), envelhecer e morrer’?

Eu acho que minha velhice será algo muito legal por um lado e uma agonia por outro. Legal porque a passagem para a senilidade será algo muito sutil pra mim. Imagina: Quando eu tiver cabelos brancos e começar a pensar alto sobre divagações diversas pelas praças, jogos de damas e filas de bancos ninguém mais vai se admirar, ué, trata-se de um velho gagá! Quando a imaginação se mostrar estranha não ouvirei mais: “Eu, heim, parece um velho falando sozinho!”. Vou poder resmungar à vontade sem ouvir comparações pejorativas com a terceira idade. Ao invés disso, vão, descaradamente, dizer na minha cara – isso quando não reclamarem em voz baixa fazendo aquela cara de “Aff, velho é um saco!”.

Por outro lado, terei que lidar com a calma e vagarosidade que o organismo estará sujeito tendo, assim, que me acostumar a não mais fazer as coisas correndo e/ou várias ao mesmo tempo. Acho que somente assim eu vou deixar de ser ansioso e, um tanto quanto, hiperativo. O plano de saúde vai ser mais caro, vão me tratar como uma criança retardada mental, vou ter mais um fator para pensar se vou chegar vivo até o fim do dia e outras coisas. Corpo frágil feito o de um recém-nascido. Apesar de que, hoje em dia (e a tendência é evoluir), os velhinhos surfam, escalam montanhas e descem de rapel, saltam de pára-quedas e ouvem heavy metal e samba de raiz (até porque, muitos dos pioneiros da nobre arte das músicas que revolucionaram o mundo estão da meia para a terceira idade).

Cara, parei pra pensar que até lá, a garotada do futuro vai me ouvir dizer: “Porque eu curtia muito heavy metal, samba, música clássica...” e os fraldinhas emos futuristas vão me interromper dizendo: “ Pô, coroa, essas músicas de velho aí!!! O negócio é MICA-RAVE pulando muito atrás do TRIO TECHNO-ELETRÔNICO, aí!!! (Podem ser dias tenebrosos nos aguardando nas esquinas do futuro)

Carai, divagação da pesada!

Um comentário:

lotto online disse...

And also we ensure that when we enter in this specific blog site we see to it that the topic was cool to discuss and not a boring one.