Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Sidney Magal morreu? Boato!

Mais uma vez, uma pessoa pública é apontada como mais recente despedida dessa loucura que é a vida. A bola da vez é Sidney Magal. Aliás, como estão a todo vapor as notícias fake de morte de celebridades, hein! Tá sinistro!

Enfim, nem vou ficar enrolando muito, apenas reforçar aquilo que a gente sempre fala:

Uma notícia fake é criada, sabe la´porquê, e ganha o mundo rapidinho porque envolve elementos que pegam gente boba e distraída:

1) Assunto envolvendo um conhecimento público (no caso, a 'morte' de um artista famoso);
2) Poucos detalhes da 'notícia' (corre pela internet apenas uma foto com os anos de nascimento e "morte" e uma frase genérica 'eterno sidney magal');
3) Tema urgente que gere o burburinho contando com a necessidade do fofoqueiro em querer ser o primeiro a dar a notícia (morte, mesmo que sem causa, local ou quem teria dado a informação para veículos de comunicação).



Aí, temos que tomar (UIA!) medidas de contrapartida tão básicas quanto as fofocas da internet:

a) Buscar confirmação em algum noticiário confiável;
b) Questionar a veracidade com 'quando/onde/como/quem falou'.

O próprio Magal veio ao Facebook pra falar que tudo não passou de uma mentira deslavada e desocupada e ainda aproveitou pra fazer um jabá, anunciando show pra mês que vem.



Fonte: Boatos.

Nenhum comentário: