Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

quinta-feira, 1 de maio de 2008

1º de Maio


Primeiro de maio é comemoração do Dia do trabalho... do trabalhador... Bah, o mais importante é saber que, na verdade, é a comemoração de 1 mês do Primeiro de abril. Ó.Ò (Mas, hein?!)

E porquê causa, motivo, razão ou circunstância eu falo isso? Bem, veja a babação com o futebol que eu te explico. Não é difícil entender que o futebol (como outros “placebos” por aí) serve pra você, torcedor, dizer coisas como: “Ah, a gente já passa tanta coisa na vida, pelo menos tem um futebol pra aplaudir”, num claro processo de distração do que realmente importa (ouça as músicas ‘Pedro Pedreiro’ e ‘Deus lhe pague’ do Chico Buarque e você entenderá – Claro, se seu Q.I estiver, minimamente, acima do daquele reitor na Bahia que alega que o baixo rendimento dos baianos, no ENEM, é devido a seu baixo Q.I). Digo isso porque o dia do trabalho foi criado em homenagem a trabalhadores que se tornaram mártires ao lutar pelos direitos da classe. E como você celebra isso? Assistindo show na Quinta da Boa Vista? Comentando o jogo do dia anterior? Humpf...

Ma, FGarcia®, não é pra comemorar? É, gafanhoto, comemore, você tem cerveja, futebol e novela. Mas, não deixe pra reclamar do governo só na hora que a fila pro seu filho ser tratado com dengue (por exemplo) estiver um caos e interminável. Só não entendo como tanta gente se mobiliza pra ver pessoas chutando bola suja e nem metade chega na varanda pra exigir melhores condições de saúde, educação e segurança. Nem lazer as pessoas questionam. Basta ser o que os meios de comunicação mais mostram e lá está a massa adorando. Por exemplo, voleibol, só quando passa na tv. Enfim, me angustia esse bando de trabalhadores (que enchem a boca pra dizer que o são na hora de auto-afirmar sua “garra” pra levar o dia-a-dia, mas vivem como se aquilo fosse o máximo... talvez o seja pra eles... sei lá.

Agora, voltando à vaca fria (vaca fria? Nham, sorvete!!!), comemoremos o “Um mês desde o primeiro de abril” já que o povo vive mesmo é de mentiras. Promessas que não se cumprem são mentiras; o povo do poder fica mais à vontade sem a cobrança dos pequenos, pois, os mesmo estão correndo pra casa ou pros estádios reclamar do perna de pau da rodada. Sabe o que as pessoas fazem quando querem reclamar? Recorrem às emissoras de tv! Rá! É muito boa essa, né? Você tem a defensoria pública pra exigir representação, por exemplo, mas chama uma equipe de reportagem... o que te fez pensar que, se algo vai mal, uma câmera vai resolver? Parou pra pensar que, assim que a câmera desligar, tudo vai desaparecer nas cinzas de um carnaval? Aff...

No mais, vamos celebrar o ano de 2008 como “Os 20 anos da constituição nacional” lembrando Chico Buarque e dizendo aos governos de nosso país: Deus lhe pague. Pois, vivemos esperando (como quem espera o trem – que já vem, que já vem) aumento de salário, melhora de saúde, diminuição da violência, boa educação... Bem, acho que (ainda) fazemos parte do tapete que cobre a lama pros endinheirados passarem sem sujar os pés.

FGarcia® não quer esperar, pra ter um filho que também vai esperar, até ter um filho que vai esperar também... FGarcia® quer botar (UIA! - pensou que ia faltar, né?) seu blo(g)co na rua!

Nenhum comentário: