Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Pombos!? Pombas!!!


Eu costumava guardar esse assunto pra rodas de cerveja e afins, mas ouvi uma colega falar igualzinho a mim sobre o assunto em pauta. Pombos (que pra mim são moscas em escala maior) são bichinhos bonitinhos (os do circo, não os sujinhos de rua) e com cara de bobos que tem uma das capacidades mais invejadas por outros animais (principalmente o bicho homem): Voar.

O que os penosos fazem com essa liberdade? São mais atropelados que cães e gatos pelas ruas das grandes cidades.

Eu acho que os bichinhos alados são meio que...hmm...idiotas. Ah, sei lá, posso ser intolerante, mas se eu voasse ia ficar nas alturas dos prédios, árvores, sei lá, mas não ia perambular entre máquinas dezenas de vezes maiores que eu.

Pôxa vida! (Putz, alguém fala assim ainda?), ainda tem o seguinte: Pombos pousam nas marquises e lançam bombardeios nas cabeças alheias. O que tem de mais nisso? Pô, os sacanas poderiam virar pro lado e sujar a marquise, mas nããããão, eles são os tais e só podem jogar a bagaça pro lado onde tem otários com alvos fluorescentes desenhados nas suas moleiras.

E quando alguém vê um casal apaixonado e fala: Oooooohh, olha os pombinhos!!!
Eu digo: Aaargh!
Pombos são animais (uma das únicas espécies, acho) que valem a máxima “Até que a morte os separe”. Mas os bichos dançam e rodam entre pneus pra lá e pra cá...dizer que pombos vivem até o fim com o(a) mesmo(a) parceiro(a) não deve valer a mesma coisa pra muitos deles, né?

Você vê um casal e diz que são lindos pombinhos. Aí, o casal te aborda e pergunta: “Coé, mané, tá insinuando que daqui a pouco nós vamos virar tapete no asfalto?
(ta da tchiiiss – bateriazinha em número de comédia estadunidense).

Bwahahahahaha!!!

Só gostaria de dizer que não odeio pombos, só não vou muito com a deles!

;)

Nenhum comentário: