Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Pena de morte neles? (POLÊMICA!!!)

Não sou tão a favor da pena de morte quanto sou de, pelo menos, um castigo bem dado no sacana que comete algo grave contra sociedade (qualquer pedacinho pobre dela).

Mas, aqui, não pretendo defender um lado ou outro (contra, a favor, na diagonal, visto do satélite...). Só que alguns fatos me levam a refletir.

O primeiro de todos é meu protesto contra a forma de prisão que usamos na nossa tão pacata sociedade. Vivemos, há algumas décadas, uma guerra civil e nosso código penal ainda tem o intuito de reeducar, recuperar, reabilitar e toda aquela baboseira que deveria ter sido feita na escola ou coisa que o valha.

Penso, também, em como certos tipos se comportariam fora da prisão, como o famoso Bandido da luz vermelha, que encontrou seu destino final após atacar a família que o havia acolhido demonstrando claros sinais de (maiores) perturbações mentais. Aprontou e o cabra, dono da casa, mandou ele dançar no colo do capiroto (A dança do capiroto, a dança do capiroto...<- clique aqui ao lado pra ver a dancinha mais sacana junto com a do teletubie e do siri).

Depois de 30 anos trancado sem fazer nem uma gaivota de papel pro filho do carcereiro, o cara ia fazer o quê do lado de fora? Cursar faculdade de medicina no Fundão? Reabilitar, huh, sei!

O raio do código foi feito com uma descul... er ... intenção e nem é cumprido, bem como proporciona o contrário. Como assim? O camarada não é reabilitado ao convívio social, mas é beneficiado por diversos recursos e manobras legislativas/judiciárias ao ponto de ter, na consciência, a probabilidade de impunidade, ou seja, sai de lá sem saber pra que serve uma cadeia (coitado, ninguém avisou...esse povo também, heim!!!) e, ainda, achando que pode fazer denovo que não tem nada de mais. Elelê!

Nenhum comentário: