Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Chinês processa esposa bonita que era feia

A mulher ficou bonita, mas plástica não passa por genes, né?
Resultado? Bebê feio, papai!
Em 29 de outubro passado, uma notícia me chamou à atenção pelos motivos mais bizarros do mundo e, o curioso, é que fez muito sentido ao final de tudo. Por mais absurdo que a situação seja.

O chinês Jian Feng processou sua esposa por ela tê-lo "enganado" com cirurgias plásticas pra ficar bonita. Mas calma que a questão não é tão simples. Jian se apaixonou pela esposa achando que sua beleza (a da esposa, não a sua, leitor convencido) era natural. Até que eles tiveram um bebê. Na opinião de Jian - e no argumento usado no processo - a criança era muito feia e sem semelhanças com ele ou com ela. Foi quando ele descobriu que a mulher havia passado por cirurgias plásticas.

Percebe o que aconteceu, bacana? Ele não parecia estar preocupado com a mulher ou mesmo com ele, já que olhar a foto dela antes é de dar alívio por não tê-la conhecido antes (seria um corta-gozo dos infernos). Acho que ele ficou bolado mesmo foi com o fato de a criança ter sofrido as "consequências". Imagina, criança feia e que não se parece com os pais? Filho do leiteiro! Mas, com certeza! Não perca o fio da meada, nossos filhos puxam nossas características genéticas, não alterações plásticas (isso explica porque não adianta você fazer chapinha a vida toda, pois seu filho ou filha vai sair com seus cabelo enrolado, rá!).

No fim das contas, Jian ficou com seu bebezinho feio e mais o equivalente a 245 mil reais, da indenização que ganhou. Será que ele vai usar a grana pra embelezar sua criancinha?

Fonte: G1

Nenhum comentário: