Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Da série: Roubado é mais gostoso

Ok, vamos ignorar por um momento toda a polêmica que se iniciou com a esposa do clássico carioca anunciando que o Flamengo já podia comemorar o título, ou melhor, vamos esquecer de vez, não vai dar em nada, nunca deu e a vida sempre seguiu.

A cereja do bolo mesmo foram, até agora, dois momentos bem irônicos na repercussão do resultado do jogo (1 x 1, que favoreceu o Flamengo). Primeiro, foi nítido o impedimento na hora do gol do Flamengo, que o árbitro validou. Ou seja, roubado. Aí, em meio a dúvidas sobre falta de competência ou fatalidade da função do juiz, o goleiro Felipe, sucessor de Bruno, aquele, me sai com aquele bordão que muito torcedor já proferiu pra provocar rivais: Roubado é mais gostoso.

Separo aqui dois momentos a respeito. Um do jornal O Dia e o outro do jornal Extra:






Nenhum comentário: